16 embarcações foram apreendidas durante Operação Verão 2020

Redação Por: Redação

Polícia Novidades

Publicado em 07/08/2020 17:58h

16 embarcações foram apreendidas durante Operação Verão 2020

Ações ocorreram entre os dias 26 de junho e 02 de agosto.

Realizada entre os dias 26 de junho a 02 de agosto, a Operação Verão 2020, da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR), teve como saldo o total de 1.193 abordagens em embarcações, sendo 79 notificadas e 16 apreendidas, além de seis Inquéritos de Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) instaurados. As informações foram divulgadas pela CPAOR na manhã desta sexta-feira (07) e são referentes às ações realizadas nos municípios de Belém (orla, portos, Terminal Hidroviário e Icoaraci), Salinópolis, Marabá, Tucuruí, Soure, Salvaterra, Bragança, Igarapé-Miri, Muaná e Abaetetuba.

De acordo com a Marinha, as fiscalizações foram intensificadas na travessia e nas praias paraenses, por meio de inspeções navais, "com o objetivo de assegurar a salvaguarda da vida humana no mar, rios e lagos, a segurança da navegação e a prevenção da poluição hídrica oriunda de embarcações".

Além das abordagens em embarcações e orientações sobre os procedimentos de embarque e desembarque, a CPAOR também fez distribuições de panfletos educativos e ações de conscientização sobre o enfrentamento ao novo coronavírus. Houve ainda um trabalho voltado especificamente para ações de prevenção ao escalpelamento nos municípios de Igarapé-Miri, Muaná e Abaetetuba, onde foram instaladas, gratuitamente, 16 coberturas de eixo e doados 50 coletes salva-vidas.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A CPAOR também realizou, como parte da operação, o transporte de 940 cestas básicas, 150 kits de higiene e 3.568 itens de material escolar para doação nas Ilha do Combu, Cotijuba e para a ORVAM (ONG dos Ribeirinhos Vitimas de Acidentes de Motor), em apoio ao Sebrae, Cruz Vermelha, empresas de praticagem Barra do Pará, Pará River Pilot e a cooperativa de práticos Unipilot.

Além disso, a Marinha forneceu apoio no transporte de pessoal da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), da Policlínica Itinerante, para Ilha de Cotijuba no período de 28 a 31 de julho, para realização de assistência médica.

INFORMAÇÕES E DENÚNCIAS

Vale lembrar que a população pode contribuir com o trabalho da Marinha informando qualquer situação que possa afetar à segurança do tráfego aquaviário, a salvaguarda da vida humana no mar e vias navegáveis ou que represente risco de poluição ao meio hídrico. As denúncias podem ser feitas por meio do Disque Emergências Marítimas e Fluviais: 185 -(91)3218-3950 ou (91) 99114-9187 (aplicativo de mensagem instantânea).

Por: Tainá Cavalcante - O Liberal

Foto: Reprodução

Comentários

Deixe seu comentário abaixo sobre esta notícia:

É Notícia Rio Guamá - Blog de Notícias